A EXPOSIÇÃO

Em 2017, a La Prairie assinalou o 30.º aniversário do seu icónico Skin Caviar. Para celebrar a ocasião, a La Prairie colabora com um grupo selecionado de artistas contemporâneos, para interpretar a abordagem da La Prairie à Arte do Caviar e dar origem a uma criação científica e artística:

LIVING CELLS, de PAUL COUDAMY
AÇO LACADO, ÍMANES

Inspirado na estrutura Weaire-Phelan, uma fórmula matemática de uma forma tridimensional complexa que representa bolhas de espuma das mesmas dimensões, Living Cells joga com o conceito de volume. Constituída por berlindes pretos brilhantes magnetizados – que recordam o caviar – e ocupam a estrutura de aço, formando aglomerados, a forma da instalação está em fluxo constante. A tensão magnética entre os próprios berlindes e entre os berlindes e a estrutura provoca uma distribuição orgânica em constante mudança. As pequenas esferas dispersam-se como uma entidade viva sobre um esqueleto estático, mudando constantemente, produzindo formas novas e únicas de cada vez que a estrutura é montada. A construção de Living Cells começou com a modelação de cada “bolha” e a sua montagem no espaço. Cada forma é depois cortada em aço, por meio de laseres e dobragem digital que segue um sistema de padrão numerado. Depois, cada peça é soldada à mão, para construir a estrutura. Living Cells é uma interpretação magistral, que utiliza o volume para dar vida à mais recente inovação da La Prairie, o Skin Caviar Absolute Filler.

 

Leia mais
A EXPOSIÇÃO

SOLID FREQUENCIES, de PAUL COUDAMY
VIDRO, ELETRÓNICA…, SISTEMA DE ÁUDIO, METAL, RESINA

Inspirado no Tubo de Kundt, um dispositivo utilizado para expor ondas sonoras num tubo transparente e preenchido com ar, a peça evoca a beleza e o poder misterioso das forças invisíveis.

A forma preta maciça e telúrica está presa a um tubo de vidro preenchido com pequenos berlindes, inspirados nas pérolas do Skin Caviar original da La Prairie. Quando se toca na peça, as vibrações fazem com que os berlindes se movimentem, criando formas tridimensionais que se deslocam para a frente e para trás no tubo, seguindo os movimentos das mãos e sobrepondo-se como uma massa de pérolas de caviar.

O espectador torna-se, assim, no ativador de um trabalho fascinante, no qual ciência e arte se fundem num fenómeno físico que se transforma em expressão artística.

Sobre o artista: Paul Coudamy é o diretor de um estúdio transdisciplinar que se foca em criações arquitetónicas. A busca da beleza é a fonte da estética criativa do estúdio, que pretende ultrapassar os limites da perceção e construir objetos e espaços poéticos. A Coudamy Architectures gere cuidadosamente os seus projetos, desde a ideia até à execução, criando a forma e o processo de construção no atelier do estúdio, com as últimas tecnologias digitais, incluindo um braço robótico.

 

Leia mais
A EXPOSIÇÃO

MOVING PIXEL, do BONJOUR INTERACTIVE LAB
EXPERIÊNCIA DIGITAL INTERATIVA

Sendo um trabalho digital que questiona a nossa relação com o nosso próprio corpo, a instalação baseia-se no movimento de micropartículas num universo artificial para questionar a reinterpretação da matéria do nosso corpo num ambiente virtual.

O design generativo permite a criação de ambientes virtuais e a simulação dos comportamentos orgânicos dos elementos, como o vento e a água, para recriar mais fielmente os ambientes. Combinada com o sensor Microsoft Kinect para captar movimentos e silhuetas, a instalação recria um universo no qual os seres humanos interagem em tempo real com elementos virtuais.

Quando as partículas douradas entram em contacto com o utilizador, formam uma silhueta que fica parada no tempo e no espaço durante um momento fugaz, resistindo ao efeito imutável do tempo e da gravidade, reinterpretando o fenómeno do efeito remodelante do Skin Caviar Liquid Lift da La Prairie.

Sobre o artista: o Bonjour Interactive Lab é um estúdio criativo especializado em projetos na interseção da instalação artística, inovação tecnológica e interatividade. A equipa centra a maioria dos seus esforços no design generativo (tanto gráfico como sonoro), na interação humano/máquina e meios tangíveis, o que levou Bonjour a criar experiências interdisciplinares.

 

Leia mais
A EXPOSIÇÃO

EXPOSIÇÃO FOTOGRÁFICA, do Cinq Fruits
PRODUÇÃO DE FOTOGRAFIAS ABSTRATAS QUE REPRESENTAM A TEXTURA DO SKIN CAVIAR E O UNIVERSO DA MARCA LA PRAIRIE (ARTE E CIÊNCIA, AZUL, AÇO, DOURADO…)

Esta exposição fotográfica foi uma homenagem à eterna busca da La Prairie pela indulgência e pela beleza intemporal. Na sua busca para criar cuidados da pele mais indulgentes, há 30 anos, a La Prairie revelou ao mundo o poder único do caviar para nutrir e rejuvenescer a pele.

Indo mais além do que antes era considerado possível, a coleção Skin Caviar oferece uma nova dimensão de indulgência sensorial combinada com um efeito refirmante e remodelante excecional. Desde a textura à embalagem, os produtos da La Prairie são concebidos como objetos de design. Em cada elemento dos produtos, a dimensão artística guia a criação. A embalagem icónica azul-cobalto inspira-se na escultura e na arquitetura que abundavam na década de 80. A fórmula, composta por ingredientes preciosos e inovadores, também reflete a constante busca artística da marca. Nas lojas, o serviço de elevada qualidade orientado para o cliente revela a experiência imersiva da La Prairie na envolvência dos sentidos.

Sobre Cinq Fruits: um estúdio dedicado à direção de arte, fotografia e design, com sede em Paris. Fundado em 2009 , por Mathieu Missiaen e Julien Morin, ao Cinq Fruits juntaram-se, mais tarde, três diretores de arte Stéphane Perrier, Tiffany Chen e Ronan Brun. Fundamentalmente multidisciplinar e movido pela investigação, o Cinq Fruits trabalha numa variedade de domínios, desde a arte visual à moda.

 

Leia mais
A EXPOSIÇÃO

UNTITLED, de TREMENSS
LASER, PROJEÇÃO DE VÍDEO, SOM ESPACIALIZADO

Engenharia: ExperiensS

Numa sala totalmente escura, um laser intenso corta o espaço de canto a canto. O feixe impacta um monólito vertical maciço, onde quatro poderosos projetores de vídeo colaboram para reproduzir elementos visuais abstratos que evoluem de forma orgânica. Como o canhão macroscópico de uma operação científica complexa, o laser corta formas volumétricas através do ar, antes de atingir o monólito; o laser e o vídeo interagem em tempo real, em reações quase químicas ou buracos negros digitais.

Texturas sonoras espacializadas contribuem para a imersão, melhorando a interferência da coreografia de luz e vídeo com poder dramático e tangível. Esta instalação, simultaneamente etérea e tecnológica, reflete o processo avançado de destilação de vapor da La Prairie para conseguir a Água de Caviar, utilizada pela primeira vez no Skin Caviar Essence-In-Lotion da La Prairie.

Sobre o artista: artista e engenheiro, TremensS produz experiências escuras e imersivas na interseção da arte, inovação e ciência cognitiva. TremensS explora a interação humano/máquina através de instalações tecnológicas que combinam luz, som, imagem e escultura, com uma aura escura e quase sagrada.

 

Leia mais